Afinal o que é mimimi…?

Antes havia a discriminação, o bullying, o machismo, o racismo, a gordofobia, as diferenças imperavam e isso era a coisa mais normal do mundo.

Claro ao falarmos de normal falamos da visão de pessoas que sempre se divertiram a custa de outros e não viam nada de errado nisto. Já ouviu a frase: “Na minha época a gente zuava muito. Hoje qualquer brincadeira é bullying” Mas então sem nenhum motivo aparente aqueles os quais sofriam com a pecha, os apelidos, com o escarnio resolveram se levantar. Em alguns casos unindo se em grupos, buscando para si referências que dessem sustentabilidade e apoio a sua causa e fosse capaz de ajudar a estas pessoas ter uma vida melhor. Assim surgiram vários movimentos em defesa dos antes excluídos, e foi deste modo que muitos grupos e causas começaram a receber um pouco de respeito. E s sociedade que era Roots, se tornou Nutella.

Então algo novo aconteceu, aquele pouco de respeito conseguido após anos e anos de lutas começou a ser tratado como regra principal, as pessoas começaram a dizer que respeitavam os movimentos e falar da legitimidade dos mesmos. Então quando as pessoas pensavam que suas vozes seriam ouvidas e que um mundo melhor com respeito e dignidade surgiriam aquilo que  surgiu foi o mimimi…

O mimimi… nada mais é do que a desconsideração da luta ou causa de um determinado grupo, colocando como exagero quaisquer oposição a um determinado fato. Desta forma voltou se desconsiderar as reclamações das pessoas, como se elas fossem sempre respeitadas e estivessem reclamando desnecessariamente.  Assim um negro reclamar de um situação de racismo, mimimi… mulher reclamar de uma atitude machista, mimimi… Reclamar que seu time foi roubado naquele penalti claramente não existente, com certeza mimimi… O mimimi se tornou uma contra- corrente ao valor de qualquer reclamação feita. Sua única intenção e retornar tudo ao estagio inicial, quando ninguém reclamava de nada e sofriam calados.

O mimimi é extremamente funcional para qualquer momento e qualquer reclamação. E mais não, é necessários ter um grande intelecto, ou argumentos convincentes, basta acrescentar  a frase”pra mim isto é mimimi…” e as coisas se resolvem.  Quem fica falando do que sofreu está se vitimando, com a instituição do mimimi… é proibido a vítima se sentir como tal.  Além disto fica proibido solidarizar-se com pessoas as quais façam reclamações. No mimimi a culpa e do reclamante. Não importa se assaltado, discriminado, estuprado é só colocar tudo na conta do mimimi… inclusive o próprio mimimi… não passa de mimimi… daqueles que não querem reconhecer a dor ou os problemas de outros. Termino por aqui, mas convido que deixe sua opinião abaixo. Para nós ela é valorizada e levada muito a sério.

Facebook Comments

Você pode gostar

compartilhe
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta