Uma garota de 22 anos foi morta semana depois de participar de um grupo de carona para baratear viagens. Kelly Cristina combinou uma viagem para Itapegipe MG onde encontraria o noivo. E acabou sendo vítima do caroneiro que premeditou o  roubo de forma antecipada. Vi muitas pessoas dizendo que era o noivo quem deveria viajar ao encontro dela e não o contrário. Isto não é uma verdade, a culpa não é dele (do noivo) e nem dela, alías como já dissemos anteriormente a culpa nunca pode ser da vítima.

 Mentalidade machista e tacanha

Afirmo isto com clareza, pois não há uma semana sem que ao abrimos os jornais e não haja um crime de morte ou violência contra mulher e foi este terrível costume que vitimou a garota. Estes crimes muitas vezes não tem ligação com assalto como o caso da última semana, mas em sua maioria são crimes passionais. Enquanto escrevia esta postagem cerca de 3 dias após Raphaela Noviski foi morta em crime passional dentro de uma escola em Goiania. Isto quer dizer apenas uma coisa, estamos no século XXI, mas a mentalidade masculina ainda é do século XIX. Ainda somos donos e não parceiros das mulheres a nossa volta, ainda acredita-se que a responsabilidade da casa, dos filhos e feminina e que este é o lugar onde ela esta segura. Deste modo a  liberdade do homem é vista de forma completamente diferente da liberdade feminina. A mulher ainda é o maior alvo de violência pois são tidas como mais fracas,  incapazes e ainda são tratadas como objetos. Nos dias atuais existem homens que pensam ainda que as mulheres existem para satisfazerem seus desejos sexuais, se você pensa assim aprenda, o nome disso meu caro é boneca inflável. 

Mulher ainda é tratada como objeto

Ainda hoje uma garota vai a uma festa tentam embebedá-la, já ouvi de um conhecido que o segredo para ficar com menina X era manguaça. (embebeda-la). Já ouvi que para ter mulheres você precisa ter dinheiro, observe como o tom de posse é empregado de forma clara, e neste caso existe alguma verdade. Durante, muito tempo mulheres não foram incentivadas, a terem uma carreira profissional e deste modo deveriam escolher homens que tivessem bons empregos. Assim homens com maior conta bancaria eram melhores partidos. Assim criou-se a mentalidade de ter dinheiro para se ter mulheres, no plural, pois para o homem a quantidade sempre foi importante. 

Em contrapartida mulheres não devem ter muitos homens, para não ficar falada.  Quanto a trabalho, há mulheres na mesma função recebem menos que homens muitas vezes sobre a desculpa de menor produtividade. E Ainda hoje existem mulheres que crêem que é certo uma mulher receber menos que um homem pelo mesmo trabalho, pois é obrigação do homem suster a casa. Ainda hoje mães criam filhas para serem boas donas de casa e não para seguir seus sonhos (nada contra donas de casa, se esta for sua escolha).

Hoje ainda alguma mulher sofrerá violência de alguma espécie, física ou psicológica, não terá sua opinião ouvida, ou mesmo será abusada por um, ou mesmo vários homens, uma mulher morrerá vítima da ignorância e truculência, dando ou não carona. A questão não é a mulher se colocar em risco a questão que ainda não aprendemos a respeita-las. E acreditamos que o melhor a fazer e deixá-las trancadas em casa.

Dê sua opinião comente o que acha disso tudo, repasse a outras mulheres se gostou e fique a vontade para quaisquer críticas.

comente com Facebook

Você pode gostar

compartilhe