O que você espera deste Dia dos Namorados 2015? Vale algumas reflexões ou a data serve mesmo como um evento comercial? Veja algumas considerações sobre amor, sexo e relacionamento de uma forma geral e confira algumas dicas especiais para curtir este dia!

Todos os anos, milhares de floriculturas vendem toneladas de flores em todo o mundo. Chocolate, lingerie e outros presentinhos típicos desta data batem recorde de vendas. E na verdade, é delicioso receber uma lembrança de dia dos namorados da pessoa que amamos – e não há problema nenhum nisso. O dia dos namorados é mesmo para curtir!

Mas além do apelo comercial, a data implica que as pessoas se aproximem mais de seus pares, que façam coisas que valorize o amor e o respeito mútuo, que se fortifique o relacionamento. Isso, é claro, que é algo se deve ser feito todos os dias, mas que vale uma reflexão mais aprofundada nesta data.

Mais relacionamento, menos presentes neste Dia dos Namorados

Em um mundo cada vez mais acelerado, o que vale são os momentos alegres, a cumplicidade, as memórias a dois, o romantismo mesmo que piegas e aquelas coisas que só um casal tem – expressões e jeitos que vão se construindo em uma relação. Se a sua relação carece destas “coisinhas de casal”, de beijo, de abraço, de apoio, ligue o sinal de alerta: de que vale um presentinho de Dia dos Namorados se a relação não está legal? Presentes não substituem afeto e presença. Neste dia dos namorados, presenteie quem você ama, mas não abra mão de um momento especial acima de tudo.

Dia dos Namorados - Dicas quentes e reflexões

Mais casal e menos “os outros”

Ser uma das partes do casal é se permitir viver com outra pessoa coisas tão profundamente complexas que em outros contextos dificilmente você teria acesso. Contudo, há quem não se entrega, quem vive em função da opinião alheia – um exemplo disso é a exposição constante dos casais nas redes sociais.

Não há problemas em compartilhar os seus momentos com os amigos, mas um dos obstáculos mais comuns de relacionamento entre parceiros é viver uma superficialidade limitada ao olhar alheio. Para viver uma grande história de amor, é preciso viver este amor com quem você escolheu para isso, mais ninguém – nem filhos, amigos, família, vizinhos… ninguém!

Aproveite este dia dos namorados e saia com o seu parceiro, sozinhos! Vá a um restaurante, a algum evento legal que esteja ocorrendo na sua cidade, viaje para um lugar fabuloso, ou crie um ambiente diferente na sua própria casa. Valorizem a data pelo que ela significa para vocês.

A amizade e a sua melhor versão

A amizade entre um casal é a base de tudo – é claro que a amizade por si só não basta, mas é necessária. As pessoas deixam de se respeitar quando deixam de ser cúmplices e próximas. O amor próprio também deve ser lembrado neste dia dos namorados – afinal, é preciso amar a si mesmo para se permitir ser amado pelo outro. A relação esfriou? Quem sabe o amor próprio também tenha enfraquecido.

Ame-se acima de tudo, mais ou na mesma intensidade do que àquela pessoa que escolheu para amar. Ofereça a sua melhor versão mesmo para aquela pessoa que lhe ama incondicionalmente. Viva também da melhor forma que puder ser, valorizando tudo aquilo que você é. E já que a data é especial, ouse na produção – e aproveite todas as dicas de beleza do Tudo do Salto e comemore em alto estilo (ou vá a luta, se ainda não tem um “amor só seu”).

Feliz dia dos namorados!

comente com Facebook

Você pode gostar

compartilhe
Show Buttons
Hide Buttons