Eu sempre achei assustador como em alguns cursos superiores o número de mulheres é bem pequeno, principalmente nos cursos de exatas. Isto se da por causa da ideia machista de que alguns cursos são para homens e outros para mulheres.

Eu mesmo acreditei nisto durante um tempo até entender que era uma grande baboseira ideológica e machista de uma sociedade psicologicamente limitada.  Mas este pensamento ainda é dominante em grande parte da sociedade e mulheres que resolvem entrar cursos ditos de homens sofrem grande pressão e muita, mas muita discriminação. Frases, como: É curso de homens, não vai dar conta são recorrentes.

A luta contra estas posições machistas motivaram as alunas de engenharia da Escola Politécnica da USP São recorrentes em suas vidas, por este motivo resolveram levantar suas vozes e mostrar sua posição de uma forma muito sutil.  Utilizando a música Survivor do grupo Destiny’s Child na voz de Clarice falcão gravaram um clipe em que mostram sua força. Vale lembrar que a própria Clarice Falcão  anteriormente gravou um clipe contra o machismo se utilizando da mesma música. A música mostra que mulheres são indepentes e capazes não tendo que se render a desígnios machistas, Apoiamos total e integralmente a ideia das alunas de engenharia da Usp e deixamos aqui seu Brado para que outras mulheres se inspirem.

comente com Facebook

Você pode gostar

compartilhe