O Discurso de Meryl Streep, ou Porque não gosto de piadas.

O discurso de Meryl Streep no domingo dia 08/01/2017 no Globo de ouro ao receber o prêmio Cecil B. de Mille dividiu as opiniões pelo mundo. Meryl foi contundente em suas palavras direcionadas ao recém eleito presidente Donald Trump, por ele ter zombado de um jornalista deficiente, Serge Kovaleski do New York Times. Apesar de sua critica ter sido direcionada a Trump acredito que profundidade de seu discurso seja muito maior e deve ser levada em conta por todas as pessoas. Todo aquele que é capaz e zomba de um incapaz, ou de qualquer um que tenha problema, não esta fazendo diferente de Trump. Afinal pelo fato de você não desejar se tornar presidente, não significa que não deva ter respeito pelos outros.

 

É importante pensarmos sobre nossa responsabilidade para com os outros.  Hoje vejo pessoas reclamarem do politicamente correto, mas aqueles que reclamam é porque não entendem como certas brincadeiras podem ser ofensivas. Eu há algum tempo não vejo graça em piadas. O humor para mim hoje deve ser mais inteligente e crítico e não apenas querer fazer rir. A piada é muitas vezes, fazer troça, diminuir, colocar o outro na condição de inferior, ou usar uma condição para diminuir a pessoa. As piadas de “portuga”, de “bichas”, de “loras”, de “pretos”, “gordo”, de “mulher” etc… só tem graça para quem não esta em na condição da piada em si. Vejo pessoas dizendo que o mundo anda muito chato, sem se dar conta que para aqueles os quais eram vitimados por essas “brincadeiras” o mundo já estava chato há um bom tempo. Pessoas dizendo que  bullying e frescura que na sua época era normal. Sempre é normal se você não é o centro de perseguição. Para mim ser politicamente correto, quer dizer na verdade ser humanamente melhor.

Se discorda, faça o seguinte. Imagine que você tem um problema, algo que te incomode, um amor não correspondido, seu nariz, sua voz, seu corpo, qualquer coisa,  algo que você gostaria que fosse diferente, mas não pode ser mudado. Agora pense que é justamente neste ponto que os outros gostam de tocar a todo momento e fazendo piadas. Se você gosta desta ideia, bom então conta para todos os seus problemas e peça que façam troça de você, e  se seja feliz. Caso não ache a ideia interessante agora você sabe o que pensam as pessoas das quais você faz piada. Por este motivo a fala de Meryl e tão importante e tão viva. Ela fala de lugares e pessoas que nem sempre pode se defender e pede que estas pessoas sejam defendidas. Fala de você fala de mim porque ninguém está ou estará sempre na posição superior e para quando nas reviravoltas da vida você se sentir por baixo aqueles que estão acima, estejam prontos para lhe dar uma mão e não lhe pisar sobre a cabeça.

Bem e se você chegou até aqui espero que tenha gostado da reflexão. Se gostou,  e acha que ela pode ser importante para outras pessoas, compartilhe.  Caso tenha uma opinião diferente, ou quer acrescentar algo. Deixe seu comentário abaixo. Se quiser também pode mandar e-mail para: [email protected] estamos aqui abertos para discutir assuntos. siga o Tudo no Salto nas redes sociais. Twitter, instagram, Facebook  

Facebook Comments

Você pode gostar

compartilhe
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta