É este com certeza é um assunto polêmico, mas não é fugindo de polêmicas que vamos resolver as coisas. Então vamos lá. Um assunto que tem me chamado a atenção é como a pornografia se tornou algo tão comum em nossas vidas.

Digo que ela tenha se tornado comum porque a anos atrás para você ter acesso a filmes de sexo explicito você precisava ser uma pessoa corajosa. 

1)Era necessário ir até a locadora do bairro entrar em um quartinho separado onde ficam os filmes escolhê-los e depois levar para tirar a ficha de aluguel no caixa. Não preciso dizer que o medo de algum vizinho vê-lo saindo da salinha do mal era motivo para quase ninguém entrar nela.

2) Você ia até uma banca e comprava fitas/ Dvds, revistas que te interessavam, mas precisava ser maior de 18 e tinha que passar pela regra dois de ter uma pessoa intermediando a venda e de certa forma te julgando pelo que fazia. 

3) outra alternativa e conseguir emprestado com algum amigo, que tinha conseguido com algum amigo e por ai vai…

Isto foi bom para muitas gerações as quais não se iniciaram cedo demais sua sexualidade e para a qual ver este tipo de filme não era uma constância. Mas ai veio internet e toda a suas facilidade e possibilidade de ter tudo o que quer e onde quiser. Agora as pessoas só precisavam entrar em um site e clicar em sou maior de 18 para ter acesso a centenas, milhares de filmes pornôs. Você deve pensar que isto é liberdade. Sim é liberdade, mas esta liberdade criou um problema novo: O vicio em pornografia.  Mas afinal o que é vicio em pornografia?

Vício em pornografia é a compulsão por consumir e se estimular através de material pornográfico virtual. Sua existência é decorrente de uma série de mudanças compartilhadas no cérebro, que afetam tanto a sua química como sua anatomia e refletem em sintomas e sinais específicos no comportamento.

Indico também o filme: Como não perder esta mulher, trailer abaixo.

O acesso a milhares de vídeos pornográficos mudou a mentalidade de homens e mulheres de tal modo que a pornografia se tornou algo comum, muitas vezes compartilhados em grupos de whatsapp. 

Alguns dos sintomas relatados por pessoas viciadas em pornografia são: perda de interesse pela parceira (o), compulsão sexual, disfunção eréctil, ansiedade social, confusão mental, procrastinação, ejaculação retardada, crises de abstinência, hocd (medo de ser ou virar gay), objetivação do sexo oposto(tratar o outro como objeto), ejaculação precoce, gostos sexuais divergentes da sua orientação sexual, etc…

Depois de tudo isto você dirá que não é viciado em pornografia. Pode ser você não seja viciado em pornografia, ou pode ser que você acredite que não é viciado em pornografia, isto é muito comum as pessoas muitas vezes pensam que estão no controle de tudo e que podem parar quando quiserem, mas nem sempre isto é verdade. Se você ainda não sabe é hora de descobrir. Veja o a lista abaixo pode te ajudar a descobrir.

Pense:

1) Um vício é a dependência ou necessidade que se sente perante uma situação, substância ou relação devido ao prazer que esta gera. Quando se fala de vício nos referimos a uma condição que interfere com a vida diária da pessoa, afetando de forma importante seu cotidiano.

Ver pornografia de vez em quando não faz de você um viciado, muito menos desfrutar dela. Para se considerar viciado a uma situação deve ir além e apresentar alguns sinais claros.

2) Quando sente uma necessidade crescente e importante de ver pornografia e o faz diariamente e inclusive várias vezes ao dia, é um sinal de comportamento de vício. Se não o faz diariamente mas se sente muito ansioso e com desejo de ver material pornográfico constantemente, também pode existir um padrão possível de vício.
3 )Você perde uma parte importante do seu dia procurando pornografia seja na Internet, na televisão, fotos, revista etc. Qualquer estimulo pornográfico é bem recebido por você.
 
4) Você se masturba de forma frequente com pornografia. As pessoas viciadas neste tipo de material começam a desenvolver um padrão de dependência que torna muito difícil se masturbar sem o estímulo pornográfico, seja fotos ou vídeos.
 
5) Você pensou várias vezes que ver tanta pornografia não é normal, tentou parar mas sem sucesso. Novamente volta a recair no padrão de ver este tipo de material de forma constante.
 
6) O fato de ver pornografia com frequência começou a afetar sua vida: descuidou do seu trabalho, suas relações, suas amizades. Trouxeram problemas a você com seu parceiro ou com pessoas próximas. Neste ponto é necessário procurar ajuda, pois quando se converte em algo que afeta outros aspectos do cotidiano, chegou a um ponto que se requer uma solução.
 
7) Sair da rotina é uma das melhores recomendações para combater este vício. Tente superá-lo encontrando novas atividades para realizar longe de casa e do computador. Pratique um novo hobby, inscreva-se em um curso, faça exercício na academia ou fora dela, qualquer coisa que ajude você a conhecer novas pessoas e deixar de lado as condutas rotineiras e repetitivas que sempre levam você à pornografia.
 
8) Se seu vício pela pornografia começou porque você não tem um parceiro, é o memento de se esforçar para conhecer alguém. Saia de casa, visite lugares onde se relacionar socialmente seja fácil e trate de paquerar outras pessoas novamente.

Tenha paciência, ninguém disse que superar um vício é uma tarefa simples, mas neste caso seu empenho pode ajudar você a seguir em frente sem maiores contratempos.

9) E se estas recomendações não funcionam, não tenha medo de procurar ajuda profissional. Um sexólogo poderá orientar e ajudar você a superar seu vício em pornografia de forma eficaz.
10)  Se deseja ler mais artigo parecidos a Como saber se sou viciado em pornografia, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais. ( as 10 perguntas são do site relaçãoumcomum
Bem se você disse sim a estas questões é bom buscar ajuda. Se disse sim a elas e ainda assim não se convenceu. Veja abaixo o que o ator Terry Crews disse sobre o assunto.  E também vamos deixa em breve  um link para uma postagem sobre desintoxicação de pornografia aqui: Reboot – Anti pornografia
Gostou desta matéria? Compartilhe com as amigas e amigos. E se quiser deixe sua opinião abaixo sobre o assunto.

comente com Facebook

Você pode gostar

compartilhe